…alguém senta na minha cadeira.

(by Rodolfo Porto)